É possível um RH alinhado com a identidade do Cooperativista?

Afinal o que é um RH estratégico?

Nunca se falou tanto da necessidade do RH ser estratégico. São diversos livros, artigos e cursos abordando este tema. Numa pesquisa rápida na internet, você vai encontrar muito sobre o assunto, porém com pouco aprofundamento no tema.

Gostaria então de contribuir, esclarecendo alguns pontos e trazendo este tema mais próximo do dia a dia dos profissionais de RH.
Primeiro começo com “gestão estratégica de RH”, desmembrando as palavras gestão e estratégia.
Entendemos gestão como a definição de objetivos, que envolve o planejar, implantar e controlar. Já estratégia, diz respeito as ações que iremos empreender para alcançar nossos objetivos. É algo direcionado ao futuro.
Quando juntamos as palavras gestão e estratégia, falamos de planejamento estratégico, de demostrar resultados, orçamento, administrar custos, desenhar políticas e atender as demandas dos clientes.
Quando falamos de estratégia, o RH não existe apenas para rodar a folha de pagamento, fazer um recrutamento e seleção, etc. Claro que são processos importantes, mas precisamos compreender e atuar no RH numa perspectiva macro, que envolva estratégia.
De modo bem genérico, fazer gestão estratégica do RH é como fazer o PDCA (Planejar, Executar, Monitorar e Agir), porém, dentro de um contexto maior, que é o da estratégia.
Com base neste raciocínio, falamos então em planejar as ações estratégicas, executar como o planejado, monitorar os resultados e tomar ações para corrigir e/ou melhorar. Sem um planejamento estratégico de RH, este acaba atuando com a visão de curto prazo, focado somente no operacional, apagando incêndios e atendendo as rotinas do dia a dia.
Ao trazer a estratégia para o RH, ele automaticamente se aproxima do negócio, atuando alinhado aos objetivos da organização. Logo, o RH entende da cultura, da identidade corporativa, das demandas e satisfação das partes interessadas.
Por falar em partes interessadas, quais são as do RH? Na verdade, é toda a organização, suas lideranças, colaboradores, terceiros e fornecedores do RH.
Para atender as várias demandas destas partes interessadas, o RH deve ser percebido como prestador de serviços e parceiro do negócio. Um RH que saia de sua sala, converse com as lideranças, colaboradores, que tem clareza do que se espera dele e que age para atender estas demandas. De nada adianta ter projetos grandiosos se eles não forem uma necessidade naquele momento.
Para concluir, um RH estratégico é aquele que:

  • Entende o negócio da organização
  • Sabe quem são suas partes interessadas e quais suas reais necessidades
  • Realiza suas atividades operacionais com qualidade
  • Elabora planos de ação e define objetivos para atender as demandas estratégicas
  • Prioriza ações
  • Monitora e apresenta resultados
  • Que não tem medo de utilizar ferramentas de gestão

E por falar em ferramentas de gestão, seu RH as tem utilizado?

Acompanhe o próximo artigo, onde falarei um pouco sobre ferramentas de gestão.

Um forte abraço, Kátia Demeneck.