É possível um RH alinhado com a identidade do Cooperativista?
Desenvolvimento: saiba que todas as emoções são positivas!

O líder de alta performance e o papel da liderança sob um enfoque sistêmico

Vamos falar um pouco de sistema para dar mais subsídios ao entendimento do papel do líder do ponto de vista sistêmico. Sistema tem haver com diferentes elementos que podem ser pessoas, organizações, etc, que interagem e influenciam–se para realizar objetivos comuns. Um sistema envolve:

Inter-relação.

Objetivos em COMUM.

Ter o entendimento do TODO.

Para entender o que é pensamento sistêmico podemos utilizar a metáfora da teia. Na teia tudo está ligado conectado e em rede, todos os elementos fazem parte de um mesmo sistema. Visão Sistêmica é a capacidade de perceber, modelar e avaliar as consequências das ações de maneira expandida no tempo e no espaço.

Apoiados na visão sistêmica então vamos trabalhar com o conceito de liderança como uma interação social e a capacidade de influenciar pessoas articulando-as para as ações em equipe visando alcançar os resultados esperados pela organização. Pois, entendemos que o líder não exerce influência apenas junto a sua equipe, ele faz parte de uma rede de relacionamentos, os quais possui influência e é influenciado. Estes podem estar tanto dentro da organização como fora, por exemplo, outras lideranças, clientes, fornecedores e terceiros.

Sabemos que são vários os desafios que as lideranças enfrentam atualmente. Desde administrar suas equipes, manter contato com clientes, gerir recursos, atuar em conjunto com demais lideranças, manter um bom relacionamento com seu superior imediato, como entender dos objetivos estratégicos da organização e saber desdobrá-los.

Segundo Peter Drucker, para o líder ter sucesso ele deve buscar resultados valorizados pelas pessoas que influenciam nas realizações da organização. Os líderes devem atender as necessidades e aspirações tanto de seus liderados quanto dos stakeholders. Se considerarmos que a organização voltada para resultados está preocupada com a satisfação de suas partes interessadas, então a missão geral de qualquer organização é satisfazer as necessidades destas, das quais fazem parte os clientes, colaboradores, acionistas, sociedade, fornecedores.

SINERGIA entre as partes.

Dentro deste escopo de satisfação das várias partes interessadas, a atuação do líder fica mais abrangente, sua influência e grau de relacionamento extrapola até a dimensão de sua unidade ou mesmo o desenho de organograma formal da organização. Esta dimensão ampliada do processo de liderança precisa ser reconhecida e aplicada pelo líder. Somente assim ele conseguirá entregar resultados para a organização decorrentes de relacionamentos de ganha X ganha com fornecedores, terceiros, clientes e com os demais gestores internos. Considera-se então que liderança se impõe como um processo de grupo e influência, mediado por relacionamentos, processos de diálogo, construção coletiva e trabalho em equipe.

Nesta abordagem a liderança é percebida de forma sistêmica, é entendida como um processo de grupo, dinâmico e com interdependência entre suas variáveis. A construção da liderança se dá pela articulação de vários aspectos entre líder, liderados, organização e relacionamentos com partes interessadas críticas.

Um processo em movimento sendo construído o tempo todo (peças se movem conjuntamente).

Cada desafio exigirá do líder uma reavaliação da própria forma de pensar e agir “sucesso depende de inúmeros fatores”.

Então as ações de desenvolvimento precisam ser repensadas para além do eixo liderança e sua equipe, outros conceitos precisam ser trazidos, discutidos e praticados. Por exemplo a competência administrar conflitos deve ser extrapolada para além da equipe, como administrar conflitos com pares, clientes, terceiros o que irá exigir do líder uma visão macro das relações e esfera de influência.

Para que o líder possa atuar de forma sistêmica ele:

Tem que perceber que existe uma interdependência entre tudo;

Ler e enxergar o contexto;

Respeitar a formas individuais e coletivas;

Entender para onde se está caminhando;

Perceber as relações que existem entre outras partes interessadas e como podem colaborar uns com os outros;

Ao resolver problemas, buscar soluções conjuntas.

É dentro desta perspectiva o programa de desenvolvimento de lideranças de alta performance da Interagir trabalha. Com a visão sistêmica e ampliada do processo de liderança.

Entre em contato e vamos conversar.

Um forte abraço, Kátia Demeneck.