Gestão de treinamento e desenvolvimento para o RH estratégico: o que é?
Ferramentas de gestão: alicerce para o RH estratégico

Ações educativas: como potencializá-las desenvolvendo multiplicadores internos?

Dando continuidade ao tema gestão estratégica de T&D, considero que uma das formas de dar consistência a ação educacional dentro da organização é através do desenvolvimento de multiplicadores internos. O multiplicador interno irá atuar como facilitador dentro das suas áreas de atuação. Pois partimos do pressuposto que existe um capital intelectual dentro da organização, e melhor do que ninguém, o facilitador interno detém conhecimento e expertise próprio de cada organização.

Antes de iniciar qualquer ação é importante desenvolver um programa que contenha: justificativa, objetivos, responsabilidades, forma de desenvolvimento e avaliação dos multiplicadores.

Para que o programa traga resultados e tenha força, acredito que existem algumas competências que são fundamentais para o multiplicador:

 Ter conhecimento do assunto a ser trabalhado.

 Saber levantar demandas e descrever objetivos.

 Saber escolher metodologias, elaborar plano de aula e utilizar técnicas diversificadas de ensino-aprendizagem.

 Saber se comunicar.

 Saber atuar na condução de grupos, ter empatia e bom relacionamento interpessoal.

 Saber escutar, verificando se todos os participantes estão compreendendo o conteúdo que ele está passando.

 Saber lidar com os sentimentos das pessoas e conflitos.

Se o multiplicador/facilitador tiver conhecimento do assunto e gostar do processo educativo ‘da prática de socializar conhecimentos’, os demais pontos que apresentamos podem ser desenvolvidos com apoio do RH ou de especialistas/consultores externos. Basta qualificá-los para prática pedagógica.

Espero ter contribuído com você, mãos a abra!
Desenhe seu programa de multiplicadores.

Nos encontramos nos próximos artigos.

Um abraço,

Katia Demeneck.