Liderar pessoas e obter resultados: como fazer?
Resgatando a capacidade de sonhar e ser feliz

Incluindo o planejamento na forma de gestão

O planejamento dá base para que o gestor perceba a sua realidade, faça avaliação dos caminhos a seguir e construir uma referência para o futuro. Logo, as etapas estabelecidas ali deverão ser desenvolvidas para alcançar os resultados estipulados.

Mas o planejamento as vezes assusta, não é mesmo? Por si só a palavra planejamento nos remete à imensidão e complexidade.

Para quebrar este paradigma e facilitar o entendimento, saiba que há três níveis de planejamento.

Nível 1: O planejamento estratégico envolve as ações macro da organização, que dizem respeito aos projetos futuros. A partir deste primeiro é que todas as áreas são alinhadas para o alcance dos objetivos individuais.

Nível 2: O planejamento estratégico de ações táticas. Com um nível intermediário tem o envolvimento principalmente das gerências. Este planejamento deve dar clareza ao gestor sobre como aquela área impacta no negócio e quais serão os desdobramentos que deveram ser feitos para as áreas que gerencia.

Se este planejamento estratégico não for desdobrado às equipes, ficando apenas no nível estratégico, pode acabar não saindo do papel. Os gestores devem observar os objetivos e metas compostos e fazer as seguintes perguntas:

1. Qual o impacto de cada objetivo na minha área?
2. O que é preciso fazer na minha área para alcançar as metas?

Respondidas as questões acima, é preciso colocar em prática os planos de ações gerenciais detalhados a partir de outros questionamentos:

1. O que fazer? 2. Como fazer? 3. Quem irá fazer? 4. Quanto irá custar?

Nível 3: O planejamento operacional, que diz respeito ao desdobramento das ações vindas dos níveis anteriores. São as ações do dia a dia que envolvem as atividades dos colaboradores de forma direta.

A operações precisam estar alinhadas â estratégia, caso contrário a base poderá estar executando tarefas que não agregam valor, trazendo perda de tempo e comprometendo os resultados.

Gestor, saía do foco operacional e abrace o planejamento estratégico! O papel de um gestor enquanto líder está relacionado â maestria com a qual consegue trazer a ideia do topo e fazer acontecer na base.

Um abraço,

Katia Demeneck