Caixa de ferramentas: todo líder deve ter uma!
Competências de um líder: atuação e visão sistêmicas

As cinco ciladas que dificultam a conquista dos objetivos!

Falamos muito sobre aquilo que precisamos fazer para atingir os nossos sonhos, mas muitas vezes esquecemos de prestar atenção naquilo que fazemos, até sem perceber, e que se tornam verdadeiros baldes de água fria para nossos objetivos.

De pessoa para pessoa, há exemplos bem individuais e há aqueles bem comuns, que são verdadeiras ciladas! Vem comigo que vou falar de cinco deles!

1- Não saber exatamente o que se quer
Escutamos conselhos dos nossos pais, professores, acompanhamos as notícias, enfim, somos bombardeados por informações que nos dizem por quais caminhos devemos seguir. Então podemos ficar perdidos sem saber o que escolher e assim ficar por muito tempo. Não caia nessa! É preciso clareza naquilo que queremos, pois a vida é um projeto a ser construído e neste processo é fundamental pensar qual o é nosso propósito de vida. O que queremos para nós na esfera profissional, pessoal, espiritual, de relacionamentos e até fisicamente? É preciso questionar sobre o que se deseja para a vida? Onde e com o que se quer trabalhar? Como serão as atitudes como esposa, mulher, amiga? O que realmente é importante?

2 – Cair na tentação em viver o que os outros querem para nós
Muito do que questionei na cilada acima se reflete aqui. O que difere é que aqui podemos estar certos do que queremos, mas teremos um conflito com aquilo que pessoas importantes da nossa vida desejam para nós. A cilada é ceder às expectativas alheias, passando a buscar pelos objetivos impostos. Isto acabará sendo feito de forma superficial, sem interesse verdadeiro e sem gratidão ao concretizar. Isto é muito perigoso! Se estiver acontecendo com você pare agora, dialogue com as pessoas e busque por um acordo.

3 – Ter um objetivo certeiro, mas não estar disposto a pagar o preço para alcançar
Tudo tem um preço e nossos objetivos envolvem mudanças de hábitos, economias, negociações com familiares e colegas de trabalho. Muitos casos exigem reorganizar rotinas e abrir mão de algumas atividades para que haja tempo e espaço para realizar os sonhos. Pese tudo na balança e veja que os ganhos valerão a pena.

4 – Saber o que deseja, mas manter apenas em pensamento, sem ter um plano
Sem um plano detalhado, aquilo que se deseja será apenas uma intenção e podemos passar anos com a ansiedade tomando conta da nossa mente por este motivo. É preciso estabelecer prioridades, definir o que se quer e certificar-se de que o objetivo está no seu controle, sabendo onde, quando e com quem você deseja alcançar este sonho, incluindo os recursos necessários. Se o objetivo for muito grande, vale dividir em menores partes. É mais fácil conquistar aos poucos do que não sair do lugar.

5 – Acreditar que fará tudo sozinho
É muito comum que as pessoas queiram manter sigilo sobre seus objetivos ou passem a se atarefar demais nesta busca, tentando fazer aquilo que não sabem, gastando muito tempo com algo que não tem total conhecimento, por não querer dividir seus sonhos ou achar que deve fazer tudo sozinho. Não é assim que terá os resultados esperados. Divida o peso, conte com outras pessoas para apoiar naquilo que precisa de ajuda, pois assim será mais fácil manter o foco e não desistir na metade do caminho.

Reconheceu algumas destas ciladas em você? Então reflita sobre tudo isto e entenda que é preciso mudar para que os sonhos se tornem realidade!

Um forte abraço,

Katia Demeneck