Crenças limitantes e autossabotadores: descubra os seus!
Crenças limitantes: livre-se delas!

Liderando pessoas

É fundamental criar comprometimento e não apenas envolvimento ou aceitação das pessoas. Uma expressão muito comum entre os gestores é “fazer o colaborador comprar a ideia”. Desta forma, o comprar a ideia se torna algo muito poderoso.

Esta compra, no sentido de conquistar comprometimento, faz com que as pessoas sintam a ideia ser também delas, criando envolvimento e a doação delas.

É então que a doação pode ser exemplificada com o caso de um delicioso lanche. Descrevendo a ilustração o chef faz uma comparação sobre o envolvimento e o comprometimento para que um X-Egg com bacon possa ser feito. Para ter ovo e bacon no lanche, houve o envolvimento de uma galinha e total comprometimento de um porco.

Para desenvolver a parceira, despertando comprometimento com a equipe busque aplicar as dicas abaixo:

• Deixe as pessoas falarem primeiro, questione sobre o que pensam, escute verdadeiramente e saiba pedir sugestões. Não seja um líder sem acesso e que não ouvidos para a própria equipe, pois se tiver seus pensamentos como verdade absoluta nunca terá uma equipe à vontade e aberta para conversar, debater e trazer sugestões;
• Chegue a acordos, negocie e ceda quando puder;
• Certifique-se do alinhamento. Isto na prática é verificar se a equipe entendeu exatamente o que precisa ser feito e comprou a ideia. Do contrário irá executar algo que não acredita, com um esforço muito menor, apenas por envolvimento;
• Trace um plano de ação, tenha o planejamento das ações, responsáveis, prazos, registre tudo isto e faça reuniões de acompanhamento;

Acredite, liderar pessoas é gerenciar a comunicação e alinhar expectativas!

Um forte abraço,

Katia Demeneck