Os 5 passos para avaliar a equipe e distribuir tarefas de acordo com nível de desenvolvimento
Equipe improdutiva: saiba como lidar com isso!

Mantenha seu emprego e cresça na carreira mudando seu pensamento!

É comum escutarmos líderes comentando não saber o que a empresa pensa a respeito deles e certos de que se não estão sendo chamados é porque estão satisfeitos com suas lideranças. Estas informações podem estar distorcidas e comprometer a empregabilidade destes líderes!

Sabemos estar cada vez mais difícil se manter atualizado e acompanhar todas as mudanças. São novas tecnologias e ferramentas de trabalho a cada momento. Tenho percebido alguns líderes entrarem em um modo de funcionamento e sobrevivência onde apresentam os comportamentos de luta, fuga ou paralisia.

A luta é manifestada pela agressividade e competitividade extrema: demitindo funcionários competentes, se afastando e criando conflitos com pares que demostram competência, a arrogância é exagerada e se percebem como um super-herói. Neste perfil não há vulnerabilidade, mas sim um extremo egocentrismo, sem conseguir trabalhar em equipe, nem mesmo desenvolver colaboradores. Vale a máxima “manda quem pode, obedece quem tem juízo. A arrogância mascara o medo de não dar conta, de parecer fraco e ser demitido.

A fuga é demostrada pelo comportamento de ficar quieto no seu canto e passar desapercebido, depois ser pego de surpresa e acabar sendo demitido. Ele acredita que se não aparecer não irá mostrar suas fragilidades. A zona de conforto se mostra um lugar quentinho e agradável, dando falsa sensação de segurança, de que nada de ruim irá acontecer.

A paralisia é percebida pela falta de criatividade, não saber o que fazer, a acomodação fazendo as coisas sempre no mesmo estilo e não agregando valor para a empresa. A paralisia é aquele branco que dá quando não se percebe saídas. O medo é mais forte e não se sabe para onde ir e nem o que fazer.

Estes estilos de funcionar estão dentro de um mindset fixo e que poderá levar o líder a uma demissão ou mantê-lo na mesma posição, sem crescer como pessoa e profissional, fazendo seus objetivos e metas serem engolidos, gerando forte sentimento de mágoa e injustiça. Os três modos são causadores de angústia e estresse, podendo levar ao que mais se teme!

Estas três formas de agir podem ser mudadas se o líder focar em um novo mindset: o de crescimento, no qual poderá responder bem ao desafio, mantendo-se empregado e cuidando da carreira.

Mas o que é o mindset de crescimento?

É um modo de funcionar que leva em conta a aprendizagem contínua. Não tendo medo de saber a verdade, aceitando suas necessidades de melhorias, ao invés de ficar se martirizando e colocando a culpa dos outros. Se aceitando integralmente, se percebendo em processo continuo de desenvolvimento, aceitando suas fortalezas e cuidando das fragilidades;

Para começar a funcionar como um mindset de crescimento é preciso vencer algumas crenças como, por exemplo, a de achar que um líder nasce pronto!

Outra crença perigosa é acreditar que precisa ser workaholic (viciado em trabalho) é que. por exemplo, se parar para ler um artigo durante durante o horário do expediente ou mesmo usar dois dias de trabalho para ir em algum treinamento não estará produzindo e sim matando tempo.

De modo prático, atuar na perspectiva de um mindset de crescimento é procurar novos conhecimentos, ler, escutar outros líderes, ir a cursos e palestras, participar de grupos profissionais para networking, principalmente não fugindo quando o RH convida para uma conversa ou para um programa de desenvolvimento.

Por isso, não se sinta culpado quando sair para treinamentos, pois você está trabalhando! Não acredite quanto te falam que não tem como desenvolver sua liderança. Pegue um papel e coloque do lado esquerdo seus pontos fortes e do lado direito suas fragilidades. Escolha um ponto que gostaria de trabalhar e faça um plano de ação simples respondendo as questões:

– O que preciso desenvolver?
– Como posso fazer isso?
– Quem pode me ajudar?
– Quais os recursos que preciso?
– Quando vou começar?
– Como posso avaliar meu progresso?

É assim mesmo! Simples e prático! Quero ver você dar o primeiro passo ainda hoje!

Acredite, somente tomando consciência e colocando em prática você irá sair da postura passiva e começará a assumir a responsabilidade pelo seu desenvolvimento e carreira. Afinal, você é o maior interessado no seu sucesso. Com mindset de crescimento você mantém sua empregabilidade e dirige da direção que deseja para sua carreira.

Faça isto e depois me conte as mudanças!

Um abraço!